Resultados para 'BRUNO E AMANDA: HISTORIAS MISTURADAS'

Itens 19 para 25 de 25 total

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3

Lista  Tabela 

Definir ascendente direção
  • Seu pesadelo foi você quem inventou!

    Seu pesadelo foi você quem inventou!

    Naquela noite Ioiô teve um sonho terrível. Um pesadelo desses que a gente tem de vez em quando e nos deixa muito assustados. Mas na manhã seguinte, sua mãe dá uma divertida explicação de como e por que sonhamos, e isso vai mudar para sempre o modo com que a menina vai encarar seus próximos pesadelos, que vão deixar de ser tão assustadores assim.


    Seu pesadelo foi você quem inventou! é um texto pioneiro porque apresenta para as crianças os mecanismos dos sonhos, sob a óptica psicanalítica. Rosana Martinelli criou o livro por acreditar que o conhecimento básico do funcionamento da psiquê deva ser amplamente divulgado, de maneira clara e descomplicada para os leigos e, por que não, para crianças, como agente lenitivo para medos, ansiedade e culpa. Conceitos básicos como inconsciente, id, ego e superego são introduzidos na história que conta a angústia da menina Ioiô depois de ter um pesadelo. 


    A ilustradora Clara Gavilan utilizou duas técnicas: a aquarela foi usada para representar a realidade, e a pintura com guache, os sonhos, inspirados em quadros de Salvador Dalí, já que a psicanálise tanto influenciou o movimento surrealista, no qual Dalí figura como um dos mais importantes representantes.

    R$42,00
  • O amigo de Praga

    O amigo de Praga

    Em O amigo de Praga, Francisco Cabral constrói uma narrativa de aventura ambientada em uma fazenda na bela Chapada dos Veadeiros, ao nordeste do estado de Goiás, famosa pelos numerosos relatos de avistamentos de óvnis. Dennis é um adolescente de Goiânia que adora passar férias escolares na propriedade rural do avô, onde pode curtir a natureza e cavalgar. Mas o que parecia ser mais um pacato período de férias acaba se transformando em uma aventura eletrizante a partir do momento em que, durante uma de suas costumeiras cavalgadas, o rapaz presencia a queda de um objeto voador não identificado. As ilustrações de capa e miolo foram feitas por Adriel Contieri.

    R$34,50
  • A cidade das sombras dançantes

    A cidade das sombras dançantes

    D. Eronquínea acordou com o maxilar inferior destroncado e a cabeça para os pés da cama. Esses dois fatos, somados, não eram bom presságio. Assim começa a história que se passa em Cidade Nova de Santa Lúcia dos Milagres. Conforme vamos conhecendo as peculiaridades da rica galeria de personagens — às vezes trágicos e reais, outras fantásticos e hilariantes — , passado e presente se fundem na narrativa, que aos poucos vai revelando os trágicos vaticínios pregressos. Mas qual infortunado personagem estará envolvido na próxima tragédia prenunciada por D. Eronquínea nessa cidade onde as sombras dançam ao sol do meio-dia?

    R$32,00
  • O labatruz e outras desventuras

    O labatruz e outras desventuras

    APROVADO no PNLD 2018 LITERÁRIO. O labatruz e outras desventuras foi o vencedor do 58o Prêmio Jabuti na categoria Juvenil. É uma trilogia de contos que abordam três das questões que mais afligem os seres humanos: solidão, frustração e finitude. Judith Nogueira escreveu esses contos, a princípio para crianças e adolescentes, sobre questões importantes de nossa existência, mas geralmente evitadas em uma tentativa talvez equivocada por parte dos adultos de poupá-los de sofrimento. A autora acredita que não oferecer ficção com esses temas aos indivíduos em formação aparentemente contribuiria para que o confronto com situações reais se tornasse ainda mais difícil. Em “O labatruz”, que é o primeiro conto e tem características de fábula, o personagem central acaba sendo exposto exaustivamente à solidão por não encontrar outro de sua espécie. É imediata a identificação com os questionamentos da adolescência, como a aceitação em um grupo e as dificuldades do início da vida amorosa. No segundo, “O construtor de navios”, o sentimento de frustração aparece no personagem que, a princípio, era bem-sucedido em todos os aspectos e possuía todos os bens materiais e afetivos de que necessitava. A última história, “O homem que fazia luz”, aborda poeticamente a finitude. Ao construir contos delicados com tais temas, Judith oferece uma leitura prazerosa que acaba por alcançar também os adultos.

    R$26,00
  • História de uma linha

    História de uma linha

    História de uma linha apresenta o intervalo de um dia na vida dessa irreverente personagem, a linha. Silvana Beraldo Massera aproveita as características desse elemento gráfico para explorar o impulso de ir para diferentes lugares, se incorporar a outros objetos, aparecer aqui e ali modificada, e também modificar tudo o que está ao seu redor. Para sustentar graficamente as peripécias da personagem, a autora contou com os desenhos de Silvia Amstalden. O resultado foi uma narrativa em que a linha aparece ao mesmo tempo contínua e modificada a cada virada de página. O projeto gráfico reforça a presença da linha, tanto na textura de tecido escolhida para revestir a capa dura, no momento de verticalização da ilustração, que leva o pequeno leitor a virar o livro para apreciá-la melhor, bem como nas "páginas-pôster" de 105 centímetros de comprimento, que apresentam a trajetória da personagem por um skyline. Vencedor do prêmio Miolo(s) (Ilustração) e selecionado para o Catálogo de Bolonha 2016.

    R$48,00
  • As rugosidades do caos

    As rugosidades do caos

    Em As rugosidades do caos, Luis Dolhnikoff propõe uma poesia que encare de frente as complexidades e perplexidades do mundo urbano contemporâneo. O primeiro poema “da importância”, segundo Antonio Cícero, “já apresenta, em doses precisas, tanto rigor quanto liberdade [...] E ‘um poema’ propõe uma admirável arte poética à qual o livro inteiro corresponde”. As rugosidades do caos é uma obra que se abre “objetivista”, como concordam Aurora Bernardini e Antonio Cícero, e caminha passo a passo, ou poema a poema, para a áspera linguagem política — relativa à pólis, à cidade, à grande confusão contemporânea — de seus poemas finais.

    R$49,50
  • A concha das mil coisas maravilhosas do Velho Caramujo

    A concha das mil coisas maravilhosas do Velho Caramujo

    Em A concha das mil coisas maravilhosas do Velho Caramujo Josely Vianna Baptista apresenta o Velho Caramujo, que vai anotando em conchas todas as histórias que viu e viveu em suas inúmeras viagens pelos sete mares. Aqui ele conta à menina Julia e ao garoto Jero quatro dessas maravilhosas experiências, cheias de ricas referências literárias, históricas, de arte e mitologia: “História das sereias com asas”; “Chiliques de um búzio macambúzio no Paraíso”; “Rinoceronte punk de Dürer”; “História maravilhosa do coro de corais”. Para os pequenos leitores é aventura e diversão garantida, com o auxílio das belíssimas ilustrações de Guilherme Zamoner. A primeira edição de A concha das mil coisas maravilhosas do Velho Caramujo recebeu o VI Prêmio Internacional do Livro Ilustrado Infantil e Juvenil do Governo do México.

    R$64,00

Itens 19 para 25 de 25 total

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3

Lista  Tabela 

Definir ascendente direção